Alguns termos técnicos da fotografia digital

Termos técnicos usados na  fotografia 

 

AEB (auto exposure bracket): modo de mudança automática do nível de exposição dentro de um certo limite, definido pelo fotógrafo. Útil em fotos de cromos (slides). A câmara usará 3 diferentes combinações de abertura e de velocidade, dentro do limite pedido pelo fotógrafo, obtendo-se uma foto subexposta, outra sobrexposta e outra normal.

• Amortecedor: “espuma” que amortece o movimento do espelho das câmaras reflex, evitando impacto quando este sobe.

• A-TTL (auto-TTL): tal qual o sistema TTL, mas com um pré-flash de medição anterior à exposição que serve para prever o valor de abertura a ser usado pela câmara medindo-se a distância do objeto a ser fotografado. Somente disponível quando a câmara estiver no modo “P – program” ou “Full auto”.

• Av (aperture value): prioridade para a escolha do valor de abertura.

• Carril focal: mecanismo que movimenta as lentes e que permite a focalização da imagem. Pode ser controlada eletronicamente.

• CF (custom function): funções que permitem adaptar os comandos e funcionamento de sua câmara às suas necessidades.

• Compensação de exposição: quantidade de correção de exposição selecionada manualmente pelo fotógrafo para obter efeitos na foto a ser feita. O efeito deste ajuste são fotos sub ou sobreexpostas propositalmente.

• DEP (depth): modo que calcula automaticamente a velocidade e abertura a serem usadas, a partir da entrada de dois pontos em diferentes distâncias, para que ambas saiam focadas.

• Diafragma: dispositivo mecânico controlado eletronicamente e que limita a quantidade de luz que chegará ao filme, variando-se a quantidade de luz que atravessará a objetiva (“abertura”).

• EL (electroluminecense): iluminador azulado, usado para leitura do display externo LCD em situações de pouca luz.

• E-TTL (evaluative-TTL): tal qual o sistema A-TTL, mas o pré-flash de medição é emitido milisegundos antes da exposição e o sensor de fotometragem da câmara é usado para receber a informação desta medição, levando-se também em consideração a luz existente no ambiente para o cálculo da exposição.

• Exposição: Quantidade adequada de luz requerida para registrar a melhor qualidade de imagem possível no filme. Uma má exposição por falta de luz (foto “escura”) é chamada subexposição, enquanto excesso de luz na foto é chamada super ou sobreexposição.

• Flex: diminutivo de “circuito flexível”, feito de material maleável e que contém as trilhas que conduzem eletricidade para os mais diversos componentes/ unidades da câmara. Também pode ser sinônimo de circuito principal de controle da câmara (“main flex”).

• Fotômetro: dispositivo eletrônico que mede a luz existente na cena a ser fotografada. Esta informação é usada pela câmara para cálculo da velocidade e abertura necessária para uma perfeita exposição.

• Fresnel: também conhecido como “despolido”, é responsável pela formação da imagem no visor das câmaras reflex. Feito de plástico, é formado por ranhuras que podem se riscar ou manchar com muita facilidade.

• IC: “circuito integrado” em inglês. São componentes eletrônicos que recebem informações, processam, memorizam e comandam os mais diversos dispositivos existentes no equipamento eletrônico.

• LCD (liquid crystal display): display de cristal líquido.

• M (manual): modo totalmente manual, onde a velocidade e abertura deverão ser escolhidos pelo fotógrafo.

• Obturador: dispositivo mecânico controlado eletronicamente e que limita o tempo de exposição do filme (“velocidade”). Nos modelos reflex é formado por 2 conjuntos de cortinas. Nos modelos compactos, é formado por até 03 palhetas.

• P (program): modo totalmente automático, onde a velocidade e abertura são calculados e aplicados automaticamente pela câmara.

• Red-eye reduction lamp: Sistema que reduz a possibilidade do efeito de “olhos vermelhos” nas fotos com flash. Uma lâmpada se acende por alguns segundos, causando retração do tamanho da pupila, evitando assim o reflexo da luz do flash no fundo da retina (“olhos-vermelhos”).

• Sincronismo: o disparo do flash deve ocorrer no momento em que se abre a primeira cortina do obturador e o tempo de exposição deve ser suficiente para que todo o plano do filme seja exposto. Na maioria das câmaras, a velocidade de sincronismo é de 1/60s. Em alguns modelos EOS esta velocidade chega a 1/250s.

• Slow-sync mode: Fotografia com flash combinado com uso de baixa velocidade de obturador. Este modo permite que o segundo plano da foto também seja registrado pelo tempo extra que o obturador permanece aberto. Deve-se manter câmera e objeto imóveis até o término da exposição, sob risco de obter uma foto tremida.

• Switch: “chave” em inglês, e cuja abreviação é “SW”. A função das SW é de mudar funções (“botões operacionais”) ou de monitorar os diversos sistemas eletrônicos da câmara, enviando informação aos IC’s de controle.

• Transporte: sistema mecânico de tração do filme. Composto de motor(es), engrenagens e eixos, em algumas vezes apresentam correias para diminuição do nível de ruído. Controlado eletronicamente.

• TTL (through the lens): sistema de controle da quantidade da luz emitida pelo flash, após esta ter atravessado a objetiva. A câmara, através de um sensor, “lê” a quantidade de luz que chega ao filme durante a exposição e, quando julgar esta luz suficiente para uma boa exposição, comanda o flash para o témino da iluminação.

• Tv (time value): prioridade para a escolha do tempo de exposição (velocidade).

• Unidade: conjunto completo composto de várias peças/ componentes que já vem montados de fábrica.

• USM (ultrasonic motor): tipo de motor de tração do carril focal da objetiva, que gira por ressonância a uma frequência ultrasônica no seu indutor. Mais silencioso, preciso e rápido que o motor convencional.

• Vedação: “espuma” vedante que impede entrada de luz pela tampa traseira ou pela objetiva.

• Xenon: lâmpadas de flashes eletrônicos, que utilizam este gás.

Até a próxima!

Andre Gruby.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>